Ingressos
Bastidores

Junho e julho em Gramado: o que fazer?

Por Mini Mundo, publicado em 06/06/24 às 02:59.

Gramado em Junho e Julho

Se você está planejando suas férias de inverno e procura opções para toda a família, visitar Gramado é a escolha perfeita. A cidade é espetacular durante o ano todo, mas durante os meses de junho e julho nossas ruas e parques ganham um charme especial.

Com tantas opções, separamos alguns lugares imperdíveis, dicas especiais e atividades que você não pode deixar de fazer durante a sua estadia na cidade. Confira:

Se prepare para baixas temperaturas em junho e julho

Para os amantes do frio, visitar Gramado durante os meses de junho e julho é quase obrigatório, pois as temperaturas se tornam ainda mais baixas. A média fica entre 10°C e 15ºC, sendo que as mínimas podem chegar a 0°C nos dias mais gelados.

Quem já imaginou presenciar momentos únicos e emocionantes ao ver a neve em Gramado? Por conta das baixas temperaturas, há uma grande expectativa entre os moradores e os visitantes da cidade para registrar esse momento. Infelizmente esse não é um fenômeno tão comum, porém, isso não tira todo o encanto (e o frio) promovido pela chegada do inverno.

Inverno em Gramado e o frio em junho e julho

O que levar na mala?

Com as temperaturas amenas de Gramado e a possibilidade de enfrentar noites geladas, é preciso organizar bem a mala. Por outro lado, apesar dos hotéis e restaurantes da região possuírem ambientes internos climatizados, se você não utilizar roupas quentes o suficiente, corre o risco de passar frio ao realizar passeios ao ar livre ou passear pelas ruas da cidade.

Na hora de preparar a sua mala, lembre-se de trazer roupas mais leves e confortáveis, mas também algumas roupas quentinhas para curtir o frio tão amado da Serra Gaúcha. Nesse sentido, roupas térmicas, gorros, cachecóis e luvas também são uma excelente opção para a ocasião, que deixam o look com a cara da estação.

Foto: TravelTerapia

Lugares para visitar em junho e julho

Gramado conta com atrações durante o ano todo, seja para quem deseja programas românticos a dois, um passeio diferente para a família inteira ou para quem viaja sozinho. A Rua Coberta é uma parada obrigatória, localizada no centro da cidade, com diversos restaurantes, lojas e cafeterias charmosas ao seu redor.

O Lago Negro também é um ponto imperdível, conhecido por ser um dos lugares mais bonitos da cidade. É possível visitá-lo a qualquer horário do dia, seja para uma bela caminhada pela manhã ou para apreciar um bom chimarrão ao entardecer. O local também dispõe de pedalinhos que funcionam diariamente, das 8h30 às 18h.

Desse modo, você também precisa conhecer o Mini Mundo em Gramado. O parque é formado por réplicas fiéis de prédios de várias partes do mundo, onde tudo é 24 vezes menor que o real. O local é ao ar livre, portanto, lembre-se de se agasalhar bem e se preparar para fazer lindos registros.

Lago Negro, em Gramado

Gastronomia de inverno em Gramado

Gramado possui uma gastronomia rica e diversa, além de ser conhecida como a capital nacional do chocolate artesanal. Quando pensamos sobre as comidas típicas de inverno, existem algumas que se destacam. Ao visitar a cidade, não deixe de experimentar as famosas sequências de fondue, os deliciosos chocolates quentes (que você pode degustar enquanto passeia pelas ruas da cidade) e os tradicionais cafés coloniais.

Por fim, lembre-se de conhecer também o Café Mini Mundo, que conta com um cardápio repleto de doces, pratos quentes e nossos famosos cafés especiais. Que tal provar um tradicional Café com Nutella e leite, ou quem sabe o Chocolate Ritta, feito com chocolate branco, essência de morango e marshmallow? Uma delícia!

Fondue em Gramado - perfeito nos meses de junho e julho
Foto: CNN Brasil

Sendo assim, Gramado, que já é conhecida por sua beleza inigualável e clima encantador, se transforma em um espetáculo durante os meses de junho e julho. Assim, programe sua visita para a região com as nossas dicas e garanta o seu ingresso antecipado para o Mini Mundo em nosso site oficial. Aguardamos você!